De acordo com Paul McCartney, não há mistério sobre quem separou os Beatles. John Lennon fez. Ele convocou uma reunião e disse que estava deixando a banda.

Paul McCartney conta a Howard Stern que John Lennon separou os Beatles

Paul McCartney foi um convidado no programa de rádio Howard Stern em Nova York na semana passada e colocou a culpa no rompimento dos Beatles com John Lennon.

Stern disse que não sabia realmente quem acabou com os Beatles, ninguém sabia. “Sim,” disse Paul. "John. Houve uma reunião em que John entrou e disse 'ei pessoal, estou saindo do grupo'. Ele descobriu que Yoko e John amavam mulheres fortes. A mãe dele era uma mulher forte, a sua tia que o criou era uma mulher forte mas, bendita seja, a primeira mulher dele não era forte ”.

Paul admitiu que foi difícil para os outros quando John trouxe Yoko. “John se encontrou com Yoko e até pensou que achávamos que era intrusivo, porque ela costumava assistir às sessões e nunca tínhamos tido nada parecido, mas o cara foi tota ... Continue lendo (leitura de 2 minutos)

10 pensamentos sobre “De acordo com Paul McCartney, não há mistério sobre quem separou os Beatles. John Lennon fez. Ele convocou uma reunião e disse que estava deixando a banda. ”

  1. LostNTheNoise

    Durante as sessões de Let It Be, George Harrison saiu por 5 dias. Lennon queria substituí-lo por Eric Clapton.

  2. cinto de borracha

    Ringo quis ir embora inúmeras vezes. Essa é uma das razões pelas quais Paul tocou bateria em muitas canções de álbuns brancos.

  3. iconoclast63

    Acho que Ringo expressou da melhor maneira quando foi questionado sobre uma reunião e disse que os Beatles ainda eram a banda número um da história, como eles poderiam melhorar isso?

  4. hobbitdude13

    Número 8

    *arroto*

    Número 8

    *arroto*

    Número 8

    *arroto*

    Número 8

    *arroto*

  5. daddychainmail

    Nunca direi que odeio John Lennon como músico, mas os Beatles tinham décadas de material sobrando e é triste que vivamos em um mundo em que isso nunca vai acontecer.

  6. Thelancemanl

    Eles nunca ficariam juntos para sempre. Todos eles tinham um bom material solo. Ah bem…. Deixe ser.

  7. ShiftyMcCoy

    Dizer que Lennon acabou com os Beatles é uma simplificação exagerada. O maior culpado provavelmente foi a morte de seu empresário, Brian Epstein, em 1967. De repente, os Beatles estavam gerenciando todos os problemas financeiros e de negócios sozinhos, e isso estava causando um grande conflito interno e aumentando enormemente sua carga de trabalho. John tornou-se cada vez mais desinteressado com a banda, usando Yoko como um porrete para abrir uma barreira entre ele e os outros; Paul tornou-se cada vez mais mandão, acumulando grande ressentimento dos outros; e George estava cansado de ser rebaixado a duas canções por álbum (e sujeito ao autoritarismo de Paul), e provavelmente teria ido embora se Lennon não o tivesse feito primeiro.

    Esse é provavelmente o resumo mais expressivo que leva em consideração todos os inúmeros fatores que alimentaram sua dissolução.

  8. geek do jardim

    Sim. Eu vi os documentos legais envolvidos. Não foi uma separação agradável.

  9. Ryan_xnumx

    Eu acho incrível que uma banda com três forças criativas tão fortes tenha permanecido junta por tanto tempo.

  10. QuotidianQuandaries

    Yoko oh não, a banda está se separando.

Deixe um comentário