Uma freira alemã deixou o coração partido depois de ver pacientes com hanseníase no Paquistão, onde se acreditava ser um castigo de Deus e os pacientes foram condenados ao ostracismo, deixou tudo para trás e mudou-se para lá para lutar sozinhas contra a hanseníase. Ela livrou o país (então com uma população de 127 milhões) de doenças.

Salvador não muçulmano de um país muçulmano Ano é 1960, a lepra corre solta no Paquistão. Pior ainda, é considerado uma maldição de Deus. As pessoas não tocam nos leprosos, acreditando que sua condição seja contagiosa, eles não são tratados, são condenados a colônias criadas para eles longe da população em geral. Lá eles esperam morrer isolados, ...

Uma freira alemã deixou o coração partido depois de ver pacientes com hanseníase no Paquistão, onde se acreditava ser um castigo de Deus e os pacientes foram condenados ao ostracismo, deixou tudo para trás e mudou-se para lá para lutar sozinhas contra a hanseníase. Ela livrou o país (então com uma população de 127 milhões) de doenças. Leia mais »